Área restrita exclusiva para clientes
Marcato Contabilidade.
Login:
 
Senha:
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A FUNÇÃO DA CONTABILIDADE (II)
31/10/2017
Continuamos a série de artigos sobre a função da contabilidade
Leia mais.
 
CONTINUA A SÉRIE DE ARTIGOS SOBRE A FUNÇÃO DA CONTABILIDADE
31/10/2017
Neste mes falamos sobre a composição do preço de venda!
Leia mais.
 
 
         
Rua Rua José Nunes Leal, 150/201 - Bairro Santa Luzia - Juiz de Fora - MG - CEP 36.030-230
Telefone: (32) 3211-8218 / (32) 98806-7765 / (32) 3218-7942 - marcato.contabilidade1@gmail.com

31/05/2017 - UM DEVER DE CASA PARA OS EMPRESÁRIOS

UM DEVER DE CASA PARA OS EMPRESÁRIOS

 

 

      Assustados e surpresos com o mar de lama que todos os dias aparece na televisão, demos uma pausa na nossa campanha contra o aumento abusivo de impostos, para revelar um dado e fazer um importante questionamento ao nosso empresariado.

       Estamos realizando um estudo sobre a carga tributária brasileira em nosso Centro de Estudos Tributários da Marcato Contabilidade, e constatamos o tamanho e a importância da nossa economia local: Com os dados disponíveis de 2.014, Juiz de Fora com um PIB de 5,6 bilhões de dólares, alcançaria a colocação 149°. – se fosse um país - de uma listagem de 189 países, conforme dados do IBGE e do Banco Mundial. No comparativo entre renda per capita, a cidade se destacaria mais ainda, ficando à frente de 82 países!

       Como um “país” tão potente e importante, dentro de um “país” não menos importante quanto Minas Gerais, que por sua vez faz parte da 9ª. economia do mundo é escravizado e explorado por tão poucos que assaltam os cofres públicos e deixam o país nessa condição miserável? Para responder esta pergunta, me socorro novamente da matemática e da física. Uma das principais leis da física é a lei da causa e efeito. Portanto, amigo empresário, assim como na matemática 2 + 2 = 4, assim, igualmente, só haverá mudança real quando mudarmos a nossa atitude enquanto sociedade. Pense nisso, enquanto apresento um dado histórico.

       No fim da segunda guerra mundial, houve vários países que estavam literalmente em escombros, com seus parques industriais, infra-estrutura e cidades totalmente destruídos. E esses países só conseguiram se reconstruir quando a elite, ou seja, os líderes empresariais, políticos e religiosos da sociedade se uniram em torno de um objetivo, que era a reconstrução mesma do país. E hoje, passados pouco mais de setenta anos, países como a Alemanha, por exemplo, pagaram pesadas multas e compensações de guerra, foram reconstruídas e hoje são potencias mundiais. Em Juiz de Fora temos várias fábricas de origem alemã, entre elas a Mercedes Benz.

        Se existe um momento crucial do nosso país “Juiz de Fora” em que precisamos dos nossos líderes, o momento é esse. Se quisermos uma nova terra, um novo país, não adianta ficarmos de braços cruzados e continuar fazendo o que sempre foi feito. Se quisermos que o país mude, temos que mudar igualmente. Basta uma simples mudança de atitude, como vamos explicar agora, pois é verdadeira a afirmação que cada deputado ou senador depende mais de votos para ser eleito, do que dinheiro.

        O problema do nosso país é que elegemos nossos representantes mas não cobramos o resultado do nosso voto, isto é, o voto dele no Congresso Nacional. O deputado mais votado do país nas últimas eleições teve aproximadamente 1.500.000 votos. Se semanalmente cada deputado receber milhões de e-mails dos seus eleitores cobrando mudanças, em número muito maior do que seria suficiente para elegê-lo, será que o comportamento dele será o mesmo? Com certeza, não.

        Como cidadão, o ideal é enviar um e-mail por semana para o deputado e senador da minha região, cobrando a sua posição contra ou a favor do projeto mais importante que, naquela semana, estiver sendo votado no Congresso. E, estimular, enquanto líder, os seus colaboradores e parceiros a fazerem o mesmo.

       Como líderes empresariais, a história nos reserva uma responsabilidade a mais: Em cada grupo que eu estiver, na escola, no sindicato, na igreja, na padaria, incansavelmente, porque a esperança é incansável (afinal nos levantamos todos os dias para trabalhar e não desanimamos do nosso negócio, não é verdade?) vou me reunir com outros cidadãos privilegiados para discutir o que seria melhor para minha rua, minha vila, meu bairro ou minha empresa. Nesse grupo eu vou eleger um que possa se reunir num grupo maior, por exemplo, nas associações, sindicatos ou igrejas de um bairro, e daí por diante. Para mostrar o potencial resultado disso, vamos nos socorrer novamente da matemática: Se numa reunião, estiverem 10 pessoas com o deputado ou o prefeito, e este sabendo que este grupo representa 5.000 empresas, por exemplo, significando milhares de votos, qualquer pedido que venha daí será muito bem considerado, pois isto representará o futuro político dele. E assim por diante, aplicando ao estado, ao Congresso e à nação, vamos ter um meio legítimo e eficiente de pressionar os políticos, pois esta é a única forma de mudança.

       Finalizo novamente uma menção especial aos empresários deste país. Este é o momento de abrir mão das nossas necessidades cotidianas, locais, e, por que não – egoístas - para pensar um pouco maior enquanto nação. Sem descuidar daquelas, dedicar uma parte do meu tempo, e do tempo da associação ou sindicato a qual eu ou minha empresa pertença, para poder discutir e formar um pensamento de cidade, de estado e de nação que queremos. E ao doar para o político, enquanto pessoa física, pois é o que a legislação permite hoje, a questionar igualmente as suas propostas em outras áreas para além daquela que é o ramo de atuação da minha empresa.

      Falo, enfim, respeitosamente aos dirigentes de associações e sindicatos que representam as nossas elites, entre as quais, as dos contadores. Cabem a eles formular e discutir políticas governamentais, não fisiologicamente, ou, pior, querendo tapar o sol com a peneira, e propor diminuir ou acabar com os impostos. Esse é um discurso barato e fora da realidade. Ao contrário, devemos reconhecer as nossas necessidades e, aí sim, formular políticas de médio e longo prazo que contemplem uma redução gradual da carga tributária. Com a palavra, os empresários.

 

 

Paulo Honorato

Marcato Contabilidade

marcatocontabilidadejf.com.br

 
Histórico de notícias
A FUNÇÃO DA CONTABILIDADE (II)
31/10/2017 - Continuamos a série de artigos sobre a função da contabilidade

Saiba mais.
CONTINUA A SÉRIE DE ARTIGOS SOBRE A FUNÇÃO DA CONTABILIDADE
31/10/2017 - Neste mes falamos sobre a composição do preço de venda!

Saiba mais.
REFORMA TRABALHISTA
30/10/2017 - Informações sobre a reforma

Saiba mais.
PRIMEIRO ARTIGO DE UMA SÉRIE SOBRE A FUNÇÃO DA CONTABILIDADE
25/10/2017 - Este artigo demonstra como a contabilidade eficiente pode prevenir perdas.

Saiba mais.
A FUNÇÃO DA CONTABILIDADE (I)
25/10/2017 - Como a contabilidade pode evitar perdas no financeiro da empresa

Saiba mais.
IMPORTANTE ARTIGO ESCLARECE SOBRE A MELHOR ATITUDE PERANTE A REFORMA TRABALHISTA
07/08/2017 - Artigo do nosso diretor esclarece sobre como proceder

Saiba mais.
AS REFORMAS E O PAÍS
06/08/2017 - Aspectos práticos da reforma trabalhista

Saiba mais.
UM MANUAL PARA DIRIGIR A EMPRESA
29/06/2017 - Iniciamos uma série de artigos sobre "direção" empresarial

Saiba mais.
PUBLICADO O ARTIGO NA EDIÇÃO DE JUNHO
29/06/2017 - O Jornao O EMPRESÁRIO publica artigo do nosso diretor

Saiba mais.
Fim de desonerações divide opiniões de empresários e é bem-visto por analistas
22/06/2017 - Entenda a medida que entrará em vigor a partir de 01 de julho.

Saiba mais.
CAMPANHA CONTRA O AUMENTO DO IRPF COMEÇA A DAR RESULTADOS
13/06/2017 - Governo começa a sentir a pressão dos contribuintes

Saiba mais.
Lei mineira que instituiu cobrança de taxa para extinção de incêndio é questionada no STF
01/06/2017 - O Conselho Federal da OAB entrou com uma ADI no STF.

Saiba mais.
CENTRO DE ESTUDOS TRIBUTÁRIOS publica Nota Técnica sobre Taxa de Incendio
01/06/2017 - Divulgamos a Nota Técnica 01/17 sobre a cobrança da Taxa de Incendio

Saiba mais.
UM DEVER DE CASA PARA OS EMPRESÁRIOS
31/05/2017 - Transcrevemos o artigo publicado, com alguns dados sobre Juiz de Fora

Saiba mais.
Publicação no Jornal O EMPRESÁRIO
31/05/2017 - Neste dia de aniversário da cidade, o nosso presente é uma mensagem de esperança!

Saiba mais.
Mais um site juridico publica artigo sobre aumento do IRPF
02/05/2017 - O site Jurisway publica mais um artigo

Saiba mais.
SITE ESPECIALIZADO EM CONTABILIDADE PUBLICA ARTIGO
27/04/2017 - O nosso diretor publica artigo onde demonstra o aumento de mais de 400% no IRPF

Saiba mais.
E VOCE ACHAVA QUE GANHANDO MENOS FICARIA DE FORA?
22/04/2017 - Veja como ficou o aumento do IRPF para o assalariado

Saiba mais.
Palestra para os futuros profissionais.
18/04/2017 - Agradecemos o convite do Colégio Pio XII

Saiba mais.
Hoje o nosso diretor
13/04/2017 - Hoje o nosso diretor estará no Mesa de Debates ao vivo

Saiba mais.
Saiba como entrar nesta campanha!
13/04/2017 - Saiba como nos ajudar nesta campanha!

Saiba mais.
Carta às Autoridades
13/04/2017 - Copie e cole no seu email, no seu Whatsapp, ou no seu site pessoal

Saiba mais.
Mais de 7,8 milhões de declarações do IRPF 2017 foram recebidas pela Receita
04/04/2017 - Prazo vai até o dia 28 de abril

Saiba mais.
MAIS UM IMPORTANTE APOIO PARA A NOSSA CAMPANHA
31/03/2017 - Um jornal de grande circulação junto ao empresariado divulga nossa campanha

Saiba mais.
Não há decisão sobre correção da tabela do Imposto de Renda, diz Meirelles
30/03/2017 - O governo ainda quer aumentar ainda mais o Imposto de Renda!

Saiba mais.